28 de abril de 2008

5 provas da INexistência de DEUS!


Esse foi um artigo escrito por mim, postado em uma comunidade do Orkut.

Obviamente o que mostro aqui não são provas : são argumentos.
O título é quase uma sátira as 5 provas da existência de deus de Tomás de Aquino, que de provas não tem nada.Até mesmo como argumentos são extremamente fracos.
Os três primeiros argumentos se referem a deuses oniscientes e onipotentes, que nos ajudam, tomam conta de nós, se metem em nossas vidas e nos julgam.
O quarto argumento é para deuses evolucionistas e o quinto argumento é para deuses deístas.

Os argumentos estão grandes.Será uma pena se ficarem com preguiça de ler.Garanto que valerá cada minuto de leitura.Todos os argumentos foram feitos por mim.

1.Paradoxo ONISCIÊNCIA x LIVRE-ARBÍTRIO

Tomando como premissa que deus é onisciente, ou seja, sabe TUDO sobre TUDO, então podemos supor que sua sapiência rompe a barreira da noção de tempo humana, ou seja, deus sabe o que vai acontecer ANTES de acontecer.
Tomando como premissa, também, que deus interfira na vida dos humanos, proporcionando milagres ou ajudando os humanos em sua patética jornada, podemos inferir que deus sabe quando vai interferir na vida de uma pessoa antes mesmo que ele interfira.
Vamos analisar melhor meu argumento.
Deus é capaz de prever seu estado futuro? Por exemplo : amanhã deus irá me curar de câncer (chamarei esses atos de 'estado').Deus sabe hoje que amanhã ele vai me curar de câncer?
Ora, deus é onisciente, então deveria saber disso.Se não soubesse, não seria onisciente.Mas isso nos deixa em apuros : se deus sabe o que vai fazer amanhã, então ele está preso em um determinismo : seu futuro já está escrito.Ele não pode modificar o que fará amanhã, pois sua onisciência já lhe anteviu o que ele iria fazer.Se ele puder modificar o que anteviu com sua onisciência, então devemos supor que sua onisciência é falha, já que ele deveria ter antevisto que iria mudar de opinião por causa da sua primeira antevisão de que iria me curar de câncer.
Tudo o que eu estou falando é besteira e deus não pode prever um estado seu futuro? Prossigamos...
Digamos então que deus não pode prever o que irá fazer amanhã (sua onisciência não vale para ele mesmo), mas, obviamente, pode ver o que acontecerá com os humanos antes que aconteça.Digamos então que ele anteviu que amanhã eu serei milagrosamente curado do meu câncer.O que temos aqui? Deus prevendo um estado futuro de um humano que FOI CAUSADO POR UM ESTADO FUTURO DO PRÓPRIO DEUS.
Ora, só existe um deus.Só ele pode ter me curado milagrosamente de câncer.Se ele me viu sendo curado de câncer, foi pq ele me curou, então INDIRETAMENTE ELE SE VIU ME CURANDO DO CÂNCER.Olhem o determinismo aí de novo.Se sua onisciência é perfeita, então ele não tem como escapar : irá ter que me curar do câncer amanhã.Se ele puder mudar sua opinião e resolver não me curar do câncer, então sua onisciência não é perfeita, pois se fosse, teria que prever que mudaria de opinião após sua primeira previsão.
Confuso? Nem tanto.
Alguns crentes podem argumentar que eu estou falando besteira, pois para deus não existe o conceito de 'hoje', 'amanhã'.Deus está fora do tempo.Deus está em todos os segundos no mesmo instante.Não existe o conceito, também, de 'antes' e 'depois' para deus.
Bom, apesar de ser um "argumento" forçado, já que ninguém aqui, suponho eu, conhece deus, eu tenho uma resposta!
Se deus está em todos os instantes ao mesmo tempo, ou seja, se ele conhece tudo o que vai acontecer desde o momento que criou o Universo até o momento que resolva destruí-lo, então isso nos deixa sem livre-abítrio.É simples : se ele já sabe tudo, é pq já está 'escrito', já é nosso 'destino'.
Ele sabe que eu vou crescer e arranjar um emprego na empresa X antes mesmo que eu cresça e arranje esse emprego.Ora, onde está minha liberdade de escolha? Como eu posso já ter isso determinado se eu ainda nem pensei no que farei quando crescer? Isso não é simples destino : irei fazer aquilo que me foi destinado? Eu não posso mudar e resolver arranjar emprego na firma Y, senão a onisciência de deus seria falha.
idi
Seria como eu pegar um dado de seis faces mas pintar apenas a face número 4 pq eu SEI, PREVI que todas as vezes que eu jogar cairá 4.O dado não tem escolha, e eu não preciso dar outras escolhas pra ele.

Esse é o conceito tão louvado de livre-arbítrio que os crentes tão?

2.Paradoxo da ONIPOTÊNCIA

Esse argumento é bem rápido é simples.Ele serve pra provar que não pode existir ser onipotente.

Deus pode criar uma pedra tão imensa (ou pesada) que nem ele mesmo pode levantar?
Se pode, então não é onipotente (não pode levantar a pedra)
Se não pode, então não é onipotente (não pode criar uma pedra)
Nunca vi uma resposta para esse paradoxo, sem ser, claro, as típicas e manjadas : DEUS PODE TUDO. QUEM É VOCÊ PRA DUVIDAR DE DEUS? NÃO PODEMOS ENTENDER A MENTE DE DEUS. DEUS É AMOR E PAZ, E TE AMA.

3.Teoria Sintética da Evolução

Existem dois tipos de pessoas que não aceitam a Teoria da Evolução : as pessoas que negam cientificamente, e as que negam religiosamente.As que negam enquanto teoria, se dividem em mais duas : as que entendem a Teoria da Evolução, mas acham que existem outras formas de explicar a complexidade da vida e as que não sabem nada sobre evolução, mas negam baseadas no Argumento da Incredulidade Pessoal : NÃO ACREDITO QUE... NÃO ACHO POSSÍVEL QUE... NÃO CONSIGO CONCEBER QUE...
As que negam religiosamente não sabem nada sobre evolução (vide as centenas de vídeos criacionistas que deturpam completamente a belíssima teoria) e negam apenas pq ela transforma seu deus em um inútil, tira dele a posse da criação humana.Em outras palavras, PROVA QUE ESSE DEUS NÃO EXISTE.
Não vou me alongar explicando o que é Teoria da Evolução, falando sobre as provas, os fósseis, como ela prova que o deus que fixista, que criou tudo como é hoje não existe.Se interessar a alguém, eu posso responder depois.Fica aqui apenas o argumento de que a Teoria da Evolução REALMENTE PROVA que um deus criador da vida, como o cristão, NÃO EXISTE.

4.Teoria da Molécula Replicadora

Uma das mais interessantes (e com mais chance de ser verdadeira) teorias sobre o surgimento dos primeiros seres é a da Molécula Replicadora.
Minúscula síntese : nos primórdios, quando o ambiente era favorável, brotou espontaneamente uma molécula especial, que tinha o poder de gerar uma molécula igualzinha a si mesmo.Como não existe uma sistema de cópias que seja 100% eficaz, essa primeira molécula replicadora cometia erros de cópias freqüentemente, gerando outras moléculas com o mesmo poder, mas diferente de sua matriz.Temos o ingrediente principal para a seleção natural : diversidade.Essas moléculas competiam (não no sentido consciente, óbvio) umas com as outras por 'tijolos' essencias para sua replicação, como moléculas de aminoácidos, presentes na sopa primordial.Se uma molécula fabricada tivesse uma capacidade de se replicar mais rápido do que as outras, então ela sobressairía na população.E assim a seleção natural e a evolução foram agindo sobre essas moléculas, tornando-as cada vez mais complexas.Esse processo culminou no que chamamos hoje de DNA : longas cadeias de aminoácidos que se duplicam para dar origem a uma nova vida.Obviamente nossas cadeias de DNA são versões milhões de vezes mais elaboradas e complexas do que as primeiras moléculas replicadoras.3 bilhões de anos de evolução fizeram isso
Essa foi apenas a explicação do que é molécula replicadora.O argumento vem a seguir.
Não conseguimos, até hoje, fazer brotar espontaneamente uma molécula replicadora em laboratório, apesar de conseguir fazer com que uma molécula criada artificialmente, com o poder de replicação, dentro de uma determinada solução, se replicasse.A grande tirada dos crentes é dizer que deus deu uma ajudinha para que essa primeira molécula aparecesse, deu um empurrãozinho.Eu acho totalmente desnecessária a hipótese de um deus que deu um empurrãozinho para que uma primeira molécula replicadora brotasse espontaneamente.
Acho extremamente possível que uma molécula assim surgisse espontamentamente.Moléculas são criadas o tempo todo.A todo instante, átomos se unem para gerar moléculas.
O importante aqui é sabermos QUAL É A PROBABILIDADE de que uma molécula replicadora brotasse espontanemante.
Confesso que não sei, e não faço idéia.Mas esse número pode vir a ser conhecido.Estipulamos que, se realmente houve uma molécula assim, ela apareceu por volta de 1 bilhão de anos após a formação do planeta.Digamos que a cada segundo, eu tenho uma chance de que surja uma molécula replicadora.Se ela surgiu apenas após um bilhão de anos, eu posso acreditar que a chance de que uma molécula assim surja seja de 1 em 3.15 x 10^16 (para os não acostumados com notação científica, esse número significa "315 seguido de 14 zeros"), ou seja 3 quinquilhões.Ora, não é de se espantar que ainda nenhuma molécula assim apareceu em um laboratório.Talvez nunca aparece, já que esse número ainda está muito pequeno.Digamos que, há 4 bilhões de anos atrás, existia outro planeta nas mesmas condições físicas que a Terra, ou seja, que lá houvesse a capacidade de que uma molécula assim aparecesse.O esperado seria que após 1 bilhão de anos, uma molécula assim tivesse aparecido e hoje o planeta abrigasse vida.Mas se isso não acontesse, pode significar uma coisa : as chances de que uma molécula assim brote espontaneamente SÃO MENORES AINDA.Arriscaria duas vezes menor : 3.15 x 10^32.

Para resumir : se eu tenho 100 dados e jogo ao mesmo tempo, as chances de que todos caiam com a face 6 voltada para cima na mesma jogada é de 1 em 6^100 (e isso é um número estupidamente grande), mas acredito que NINGUÉM AQUI VAI ME DIZER QUE ISSO É IMPOSSÍVEL.

Esse meu argumento mostra que a hipótese de um deus que deu um empurrãozinho para o início da vida é desnecessária, e agora sobra apenas um deus.

5.Singularidade = Deus deísta

Se todas as outras formas para um deus são erradas ou desnecessárias, nos sobra apenas uma forma : o deus deísta, que é aquele que criou o universo e sumiu.Nunca mais deu as caras.
Não interfere na nossa vida, não realiza milagres, não nos ajuda nem ouve nossas preces.Ouso dizer que ele também nunca nos deu uma alma nem irá nos julgar quando morrermos, ou seja, é um deus COMPLETAMENTE INÚTIL.
Ele existe apenas por causa da incapacidade das pessoas de aceitarem que algo complexo como o Universo pode ter tido um início descompromissado, ou seja, sem que nenhuma entidade inteligente o tenha criado.O engraçado é que eles invocam um deus para explicar a criação desse Universo, mas se sentem satisfeitos por seus deus, tão ou mais complexo que o Universo, ter sido criado do nada, sem necessidade de um outro ser inteligente para criá-lo.É algo, no mínimo, contraditório.
Acredito que as pessoas atribuem ao evento de criação do nosso Universo características antropomórficas, como consciência ou inteligência, exatamente pelo motivo que expus acima.Eu acho isso completamente desnecessário.
Lembrem-se : nosso Universo não apareceu do jeito que é hoje : o Big Bang não gerou planetas, estrelas e galáxias como elas são hojes.Todos esses sistemas complexos são resultados de milhões de anos de evolução do Universo.Centenas de forças agindo sobre os componentes fundamentais da matérias os conduziram até o estado que vemos hoje.

A hipótese de que surgiu um deus inteligente e criou o Universo novamente se mostra desnecessária : um deus que criou tudo e sumiu, sem se preocupar com nossa vida, não merece culto ou mesmo sua crença.Para que acreditar? Apenas pq é difícil conceber que o Universo não seja obra de alguém? Se isso te incomoda, basta se perguntar : "E deus? É obra de quem?"


Foi postado na comunidade Gerras Religiosas, e rendeu 1.099 postagens, até o presente momento.Criei este tópico em Novembro, do ano passado, e até hoje, após a passagem de dezenas de teístas, nenhum conseguiu contra-argumentar satisfatoriamente (não só para mim, mas para outros companheiros de comunidade).Quem quiser conferir o tópico na íntegra, clique aqui!

5 comentários:

A Herege disse...

Putz...ADOREI seu blog!!!!

Parabéns.

Vou te linkar no meu pra te acompanhar sempre que puder.

Bjos

Anthony disse...

Certa vez um home teve um sonho que se apresentava diante de Deus. Então ele perguntou para Deus:
___ Deus quanto é um bilhão de anos para o senhor?
___ Um segundo, meu filho __ respondeu Deus.
___ E quanto é 1 bilhão de dólares para o senhor?
____ Um centavo, meu filho.
O home então pretendendo esperteza disse
___ Então Deus me dá um centavo:
___ Claro, filho, espera um segundo...

Estes argumento do ceticismo contra Deus só provam a insignificância de quem nunca provou a Deus e por isso acha que não existe.
O argumento da pedra é tremendamente desgastado. A resposta : Um lei não vai contra outra... Elas não se conflitam.

F.BonSin disse...

E o Deus imanente tem como refutar?
As premissas apresentadas são apenas para o transcendente.

Abs.

daniel disse...

Olá,

Vai me desculpando, mas todos os seus argumentos são refutáveis, principalmente dois: da pedra e da evolução.

Mas respeito sua posição,

Abraços.

daniel disse...

O universo já foi criado de forma perfeita e complexa, e está se deteriorando. Isso é observado em qualquer lugar, de acordo com leis físicas existentes.

Uma delas: 2° lei da termodinâmica.

Abraços.

Meu Perfil no Orkut
Meu email : diegovelloso@ig.com.br
CeticismoAberto
CeticismoAberto Notícias
100nexos
Imposturas Científicas
Ceticismo,Ciência e Tecnologia
Projeto Ockham
O Dragão da Garagem
Ateus.net
Marcianitos Verdes
MeioBit
Inovação Tecnológica